LEGIÃO URBANA – 40 CANÇÕES

LEGIÃO URBANA – 40 CANÇÕES

LEGIÃO URBANA

MÚSICA DE TRABALHO

Sem trabalho eu não sou nada
Não tenho dignidade
Não sinto o meu valor
Não tenho identidade
Mas o que eu tenho
É só um emprego
E um salário miserável
Eu tenho o meu ofício
Que me cansa de verdade
Tem gente que não tem nada
E outros que tem mais do que precisam
Tem gente que não quer saber de trabalhar
Mas quando chega o fim do dia
Eu só penso em descansar
E voltar pra casa pros teus braços
Quem sabe esquecer um pouco
De todo o meu cansaço
Nossa vida não é boa
E nem podemos reclamar
Sei que existe injustiça
Eu sei o que acontece
Tenho medo da polícia
Eu sei o que acontece
Se você não segue as ordens
Se você não obedece
E não suporta o sofrimento
Está destinado a miséria

Mas isso eu não aceito
Eu sei o que acontece
Mas isso eu não aceito
Eu sei o que acontece
E quando chega o fim do dia
Eu só penso em descansar
E voltar pra casa pros teus braços
Quem sabe esquecer um pouco
Do pouco que não temos
Quem sabe esquecer um pouco
De tudo que não sabemos

AS FLORES DO MAL

Eu quis você
E me perdi
Você não viu
E eu não senti
Não acredito nem vou julgar
Você sorriu, ficou e quis me provocar
Quis dar uma volta em todo mundo
Mas não é bem assim que as coisas são
Seu interesse é só traição
E mentir é fácil demais
Mentir é fácil demais
Tua indecência não serve mais
Tão decadente e tanto faz
Quais são as regras? O que ficou?
O seu cinismo, essa sedução
Volta pro esgoto, baby
E vê se alguém lhe quer
O que ficou é esse modelito da estação passada
Extorsão e drogas demais
Todos já sabem o que você faz
Teu perfume barato, teus truques banais
Você acabou ficando pra trás
Porque mentir é fácil demais
Mentir é fácil demais
Volta pro esgoto baby
E vê se alguém te quer

“Pingo D’Água” será apresentada em Artur Nogueira (SP) com entrada gratuita

O projeto realizado com apoio do PROAC, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, apresenta o espetáculo de artes cênicas “Pingo D’Água”, com patrocínio da empresa Kurita e apoio da Incentivar.

No dia 09 de agosto de 2022, às 9h e 14h, o espetáculo de teatro infantil “Pingo D’Água” será apresentado com entrada gratuita na Réplica da Estação, que fica na Rua 13 de maio, s/n Centro, em Artur Nogueira (SP).

Com a história de uma gota de água chamada Pingo, que precisará enfrentar Madame Polú e seu mordomo Sr. Sujeirinha para salvar as águas de um rio junto com a vida da floresta que o cerca, a peça traz para o universo infantil um assunto atual e de extrema importância em nosso cotidiano: a preservação e o uso responsável da água.

De uma forma poética e muito divertida, o espetáculo explica para as crianças como a água, este recurso natural tão precioso e indispensável à vida no planeta Terra, possui um enorme valor económico, ambiental e social, fundamental à sobrevivência humana e dos ecossistemas do planeta.

O projeto é patrocinado pela Kurita, empresa presente em diversas regiões do Brasil, que atua com soluções inovadoras, unindo tecnologia, experiência e responsabilidade com o meio ambiente, por isso apoia ações como essa.

“As nossas soluções visam a economia de recursos, a preservação dos ativos e o compromisso com os ecossistemas de forma sustentável, com os mais altos níveis de segurança e governança corporativa. Aliado a isso, a Kurita atua apoiando ações que promovem impactos positivos na sociedade e inspiram transformações necessárias para a preservação do meio ambiente”, comenta a empresa. 

Sobre o Kurita: A trajetória da Kurita no Brasil teve início em 1975, com atendimento ao segmento siderúrgico, e depois ao segmento petroquímico, onde a empresa se tornou referência em atendimento e qualidade dos serviços oferecidos. 

Desde então, a Kurita aumentou gradativamente o seu mercado de atuação e leque de soluções, atendendo atualmente todos os segmentos industriais onde o uso da água se faz presente, fornecendo produtos químicos, equipamentos, serviços e desenvolvimento de projetos específicos, mediante a atuação de profissionais altamente especializados. A empresa conta com atuação nacional, viabilizada através de escritórios e filiais instalados nos principais Estados do Brasil.

SERVIÇO: Espetáculo “Pingo D’Água”

Classificação Livre

Grátis

Sinopse: Pingo estava muito feliz. Depois de ter evaporado e virado nuvem, ele agora iria chover e voltar para sua casa, o rio. Mas durante esse caminho de retorno, esse pingo d’água acaba se deparando com um cenário triste, onde as florestas secas já não conseguem segurar os ninhos dos pássaros e nem dar frutos para servir de alimento, e as águas sujas adoecem os peixes. Tudo porque Madame Polú e seu mordomo Sr. Sujeirinha se apossaram das águas dos rios. Pingo precisará recrutar um exército de pinguinhos para tentar salvar esse rio. Será que as crianças da plateia poderão ajudar? 

Duração: 60 minutos

Quando: 09 de agosto de 2022 (terça-feira) – Horário: 9h e 14h

Onde: Réplica da Estação

Endereço: Rua 13 de maio, s/n Centro CEP: 13160-170, Artur Nogueira (SP)

Assessoria de imprensa: Luciana Gandelini – Cel (11) 99568-8773 – luciana.gandelini@gmail.com

Projeto “Partiu Trabalho!” promove quarenta oficinas de teatro gratuitas para jovens de Crixas 

De 08 a 31 de agosto de 2022, o projeto “Partiu Trabalho!” estará em Crixas (GO) para a realização de 40  (quarenta) oficinas gratuitas de artes cênicas para estudantes do Colégio Estadual Manoel Lino de Carvalho

Foto Annynha Fotografias

O objetivo é oferecer capacitação e ajuda no desenvolvimento de habilidades sócio emocionais, colaborando com a inserção desses jovens no mercado de trabalho. 

Unindo técnicas artísticas e pedagógicas, as oficinas vão abordar temas como comunicação, expressão corporal, prática do improviso, integração, trabalho em equipe, cenografia e organização cênica. 

A ideia é que, após as oficinas, os participantes tenham entrado em contato com ferramentas que desenvolvam suas habilidades, permitindo que expressem melhor suas ideias e sejam compreendidos de forma mais eficaz, exercitem a abertura em conversar com pessoas de diferentes perfis, saibam argumentar e fazer escolhas, lidar com imprevistos e até organizar o seu próprio ambiente de trabalho. 

“A partir de técnicas e cenas teatrais, esses estudantes prestes a entrar no mercado de trabalho, poderão exercitar de forma prática, como se estivessem participando de uma entrevista de emprego, ingressando no seu primeiro dia de trabalho ou precisando resolver algum conflito. O projeto busca inspirar esses jovens a usar as habilidades que têm para resolver problemas inerentes ao cotidiano de um dia de trabalho, criar laços afetivos e ascender profissionalmente”, comenta Iberê da Odin Films. 

Serão realizadas também atividades com testes vocacionais que inspiram cada estudante a se autoconhecer para descobrir sua verdadeira vocação.  

Ao final da oficina, nos dias 30 e 31 de agosto, serão realizadas apresentações teatrais abertas a toda escola e à comunidade, na qual os jovens aplicarão as técnicas e todo aprendizado das oficinas. No mesmo dia, acontecerá uma palestra com o tema “Artes cênicas e sua importância na cultura”.

Nesta cidade, o projeto é apoiado pela AngloGold Ashanti, empresa patrocinadora que é comprometida com ações que melhorem a qualidade de vida das pessoas em suas comunidades, por isso apoia projetos como esse, que incentiva a inserção de jovens no mercado de trabalho, que proporciona crescimento, aprendizado, autoconfiança, responsabilidade profissional e pessoal.  

Em Crixás, o projeto é apoiado pela AngloGold Ashanti. “A nossa empresa tem como um de seus valores tornar as comunidades melhores em função da sua presença. Acreditamos que contribuir com a inserção do jovem no mercado de trabalho por meio de iniciativas como o Partiu Trabalho é uma forma de promoção da cidadania alinhada aos nossos valores corporativos”, ressalta Othon Maia, gerente sênior de Comunicação e Relações Institucionais da AngloGold Ashanti.

O projeto “Partiu Trabalho” é uma realização do Ministério do Turismo via Secretaria Especial de Cultura com produção da Sancell e apoio da Komedi Projetos

Sobre a AngloGold Ashanti: Com a experiência de 187 anos de operação no país, a AngloGold Ashanti tem seu trabalho pautado em práticas sustentáveis de busca constante pela excelência operacional, que aliadas à inovação e compromisso com a segurança, garantem à empresa o título de indústria com maior longevidade do Brasil, sendo a maior produtora de ouro nacional e a terceira do mundo. No Brasil, a empresa conta com três unidades operacionais: Cuiabá-Lamego (Sabará/Caeté-MG), Córrego do Sítio (Santa Bárbara-MG) e Serra Grande (Crixás-GO), além de planta metalúrgica e escritórios administrativos (Nova Lima-MG). A empresa atua também em geração de Energia e na área Imobiliária.

Sobre o Ministério: Principal ferramenta de fomento à Cultura do Brasil, a Lei de Incentivo à Cultura contribui para que milhares de projetos culturais aconteçam, todos os anos, em todas as regiões do país. Por meio dela, empresas e pessoas físicas podem patrocinar espetáculos – exposições, shows, livros, museus, galerias e várias outras formas de expressão cultural – e abater o valor total ou parcial do apoio do Imposto de Renda. A Lei também contribui para ampliar o acesso dos cidadãos à Cultura, já que os projetos patrocinados são obrigados a oferecer uma contrapartida social, ou seja, eles têm que distribuir parte dos ingressos gratuitamente e promover ações de formação e capacitação junto às comunidades. Criado em 1991 pela Lei 8.313, o mecanismo do incentivo à cultura é um dos pilares do Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac), que também conta com o Fundo Nacional de Cultura (FNC) e os Fundos de Investimento Cultural e Artístico (Ficarts). Essas ações são patrocinadas pela empresa AngloGold Ashanti.

SERVIÇO: Projeto “Partiu Trabalho!” em Crixas

Oficinas de Artes Cênicas: 08 a 29 de agosto de 2022

Onde: Colégio Estadual Manoel Lino de Carvalho – Endereço: Rua 2010 Esq. C/ 2025, Setor Novo Horizonte – Crixas – GO

Apresentação teatral: 30 e 31 de agosto de 2022

Assessoria de imprensa: Luciana Gandelini – Cel (11) 99568-8773 – luciana.gandelini@gmail.com

“Por um mundo melhor” promove oficinas gratuitas de artes visuais para adolescentes e jovens em Santos

De 13 de agosto a 29 de outubro de 2022, o projeto “Por um mundo melhor” irá realizar oficinas gratuitas de artes visuais para adolescentes do Centro de Aprendizagem e Mobilização Profissional e Social Camps, que fica na Avenida Washington Luís, S/N – Vila Matias, em Santos – SP.

Foto de divulgação

As oficinas de artes visuais serão distribuídas nas seguintes áreas artísticas: Desenho Artístico, Pintura e Mural, Escultura, Fotografia e Moda Ecológica.

As coordenações das oficinas serão realizadas pelas responsáveis e especialistas: Raquel Magalhães, nas áreas de desenho, pintura e escultura, e Gigi Nogueira, nas áreas de fotografia para as redes sociais e moda ecológica.  As responsáveis também desenvolveram os materiais pedagógicos de apoio aos participantes.

As ações têm como objetivo inspirar adolescentes e jovens a expressarem suas ideias através da arte, além de inspirar o gosto pela economia criativa, a reflexão sobre como o desenvolvimento de iniciativas de conscientização pode contribuir para a limpeza e despoluição das cidades, inspirar ações de preservação do meio ambiente, além de incentivar melhorias na própria escola e no bairro.

Viabilizado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura, o projeto consiste em oficinas de artes visuais gratuitas realizadas em escolas públicas ou instituições sem fins lucrativos, para o público infanto-juvenil ou adolescente. Ao final de cada oficina, é realizada uma mostra final dos trabalhos artísticos desenvolvidos pelos jovens participantes.

No encerramento das oficinas, os participantes e arte educadores promoverão uma mostra artística na escola ou instituição, que irá expor todas as obras, projetos e trabalhos promovidos ao longo das oficinas.  

O projeto é patrocinado pelo Grupo MSC, empresa que comenta a importância de ações como essa: “O Grupo MSC acredita que através da educação e da cultura é possível contribuir para uma nova realidade e para a construção de um mundo melhor. Esse projeto faz parte do nosso compromisso com a comunidade e o desenvolvimento regional, levando nossos valores para além das dimensões da empresa. Aproveitem o que o aprendizado, o convívio e a interatividade podem proporcionar. E lembrem-se que todos nós temos a responsabilidade de transformar o mundo”, comenta Claudio de Oliveira, Social Responsibility.

Sobre o Grupo MSC: A história do Grupo MSC começou em Bruxelas em 1970, quando o Capitão Gianluigi Aponte fundou a empresa com apenas um pequeno cargueiro: o MV Patricia. Desde então, o negócio cresceu e se diversificou para incluir uma linha de cruzeiros de grande sucesso e serviços de balsa de passageiros, bem como uma infraestrutura líder de terminais terrestres e portuários. Com sede em Genebra, o Grupo continua sendo propriedade privada e focado em cuidar de clientes, funcionários e meio ambiente.

Sobre o Ministério: Principal ferramenta de fomento à Cultura do Brasil, a Lei de Incentivo à Cultura contribui para que milhares de projetos culturais aconteçam, todos os anos, em todas as regiões do país. Por meio dela, empresas e pessoas físicas podem patrocinar espetáculos – exposições, shows, livros, museus, galerias e várias outras formas de expressão cultural – e abater o valor total ou parcial do apoio do Imposto de Renda. A Lei também contribui para ampliar o acesso dos cidadãos à Cultura, já que os projetos patrocinados são obrigados a oferecer uma contrapartida social, ou seja, eles têm que distribuir parte dos ingressos gratuitamente e promover ações de formação e capacitação junto às comunidades. Criado em 1991 pela Lei 8.313, o mecanismo do incentivo à cultura é um dos pilares do Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac), que também conta com o Fundo Nacional de Cultura (FNC) e os Fundos de Investimento Cultural e Artístico (Ficarts). As oficinas são patrocinadas pelo Grupo MSC.

SERVIÇO: Projeto “Por um mundo melhor” em Santos

Sinopse: Oficinas de artes visuais para crianças e jovens com foco em Desenho Artístico, Pintura & Mural, Escultura, Fotografia e Moda Ecológica.

Quando: 13 de agosto a 29 de outubro de 2022 – Horário: 09h às 11h

Onde: Centro de Aprendizagem e Mobilização Profissional e Social Camps

Endereço: Avenida Washington Luis, S/N – Vila Matias – Santos – SP – CEP: 11050-200

Classificação Livre

Grátis

Assessoria de imprensa: Luciana Gandelini – Cel (11) 99568-8773 – luciana.gandelini@gmail.com

Teatro Flávio Império recebe apresentações gratuitas da peça que fala sobre a pandemia com as crianças

Nos dias 06 e 07 de agosto de 2022 (sábado e domingo), às 16h, com entrada gratuita, o Grupo Pandora de Teatro apresenta o espetáculo infanto juvenil “Nina e a cidade que perdeu o vento”, no Teatro Flávio Império, que fica na Rua Professor Alves Pedroso, 600, em Cangaíba, Zona Leste de São Paulo.

Foto Mandy Barboza

O espetáculo fala com as crianças sobre a pandemia, retratando os desafios e a realidade de pessoas que, em razão do trabalho, não puderam manter-se em isolamento social durante este período, como é o caso de entregadores de delivery, médicos, catadores de recicláveis, entre outros.

A montagem convida as crianças a refletirem sobre esse momento complexo vivido pela Humanidade e aponta para um futuro de reencontros possíveis. 

Com uma dramaturgia criada coletivamente, “Nina e a cidade que perdeu o vento” explora os impactos da pandemia nas periferias, apostando no lúdico e poético para construção de uma narrativa fantástica, em uma jornada pelo Brasil em meio a COVID-19.

O espetáculo “Nina e a cidade que perdeu o vento” busca no espaço público uma forma de cultivar convívios e celebrar as alegrias possíveis nesse momento tão denso da pandemia de Covid-19 no Brasil, a partir do ponto de vista de um coletivo de teatro que reside na periferia da cidade de São Paulo, mais necessariamente no bairro de Perus

“Fomos para a rua em busca do encontro a céu aberto, nos parques, praças e escolas, e da alegria de voltar a apresentar teatro. O público alvo surge de uma vontade de falar sobre esse período com as crianças após o isolamento social, a distância das amizades, da escola, as mudanças na rotina e até a perda de entes queridos” afirma Lucas Vitorino, diretor do espetáculo.

Sobre o Grupo Pandora de Teatro

Em 2022, o Grupo Pandora de Teatro comemora 18 anos de pesquisa continuada no bairro de Perus e 06 anos da Ocupação Artística Canhoba, um espaço público ocioso, que estava abandonado há seis anos sem cumprir qualquer função social, e que foi transformado em um importante polo cultural, aberto ao público, visando o fazer artístico como um ato social e político dentro do bairro.

Com intensa produção artística, o Grupo Pandora aborda em suas criações temáticas pertinentes à história do Bairro de Perus e do Brasil, suas injustiças sociais e suas problemáticas, através de uma invenção poética que exalta a força da teatralidade.

As ações fazem parte do projeto “Estatísticas dos Pássaros” realizado com apoio da 36° Edição do Programa Municipal de Fomento ao Teatro para a cidade de São Paulo – Secretaria Municipal de Cultura.

Mais informações: www.facebook.com/grupopandora.deteatro e @grupo_pandora_de_teatro

Ficha técnica – Criação: Grupo Pandora de Teatro | Dramaturgia: Coletiva | Direção: Lucas Vitorino | Elenco: Caroline Alves, Cristian Montini, Rodolfo Vetore, Thalita Duarte e Wellington Candido. | Concepção de figurinos: Thais Kaori | Produção de figurinos: Isa Santos | Cenografia: Thalita Duarte | Aderecista: Marina Lima | Operação de som: Lucas Vitorino | Preparação corporal: Rodolfo Vetore | Preparação vocal: Caroline Alves e Heloisa de Lima | Treinamento pernalta: Eduardo Guimarães | Produção: Thalita Duarte | Assessoria de Imprensa: Luciana Gandelini | Designer gráfico: Levy Vitorino 

SERVIÇO: Espetáculo “Nina e a cidade que perdeu o vento”

Com Grupo Pandora de Teatro

Sinopse: Nina, uma garota que trabalha com entregas durante a pandemia no Brasil, parte em sua jornada fantástica para levar uma importante encomenda até um lugar muito distante, a cidade que perdeu o vento. 

Duração: 70 minutos

Gênero: Teatro

Classificação indicativa: Livre

Grátis

Quando:  06 e 07 de agosto de 2022 (sábado e domingo) – Horário: 16h00

Onde: Teatro Flávio Império – Endereço: R. Prof. Alves Pedroso, 600 – Cangaíba, Zona Leste, São Paulo – SP

Assessoria de Imprensa: Luciana Gandelini – luciana.gandelini@gmail.com – cel (11) 99568-8773