Category Archives: Poema

Conteúdo artístico que privilegia a escrita de Poema, poesia e prosa poética.Não necessariamente fala de poetas.

Vai pra onde? Com quem?

Vai pra onde? Com quem?

COVARDIA INSTITUCIONALIZADA

PREGAÇÃO MAL RESOLVIDA

FUGA MAL PREPARADA

AONDE VAI ESTA INDECÊNCIA?

SILÊNCIO NO AR TRAZ O CHEIRO DA MORTE

SE HAVIA UM PLANO, FOI TUDO PELO CANO

O CAPITÃO INSANO CAPITULOU

FOI INCAPAZ DE AGIR COMO HOMEM

ENTREGOU A FAMÍLIA DESMANTELADA

FALOU DEMAIS FOI INCAPAZ

BONEQUINHO DE CHUMBO

MOLEQUE INERTE

PERDEU AS ESTRIBEIRAS

PREPAROU A PRÓPRIA FOGUEIRA

VAI SER ASSADO

DEIXARÁ MARCADO SEU NOME NA LISTA SUJA DA HISTÓRIA

FALOU ISSO E AQUILO

ARROTOU INDIGNAÇÃO

MENTIU MAIS DO QUE PODIA

VAI AMARGAR A DERROTA

O DIA QUE DEMORA A CHEGAR

O DIA QUE DEMORA A CHEGAR

VOCÊS QUE ESTÃO PRESAS NA MINHA GARGANTA

CONTENHAM-SE. AINDA NÃO CHEGOU SUA VEZ.

VAGUEM PELA MINHA MENTE.

RUMINEM O IRRUMINÁVEL.

DEIXEM-ME PENSAR O QUE EU QUISER.

DEIXEM-ME SENTIR ESTE SUFOCO

QUE ME ACOMPANHA EM DOSES VIRAIS…

QUANDO EU ERA UM GAROTO FELIZ

VOCÊS NÃO ME AVISARAM

QUE AS CURVAS ANUNCIAVAM TRAGÉDIAS

SEQUER PISCARAM OS OLHOS…

TUDO O QUE EU QUERIA ERA TER ALGUÉM

PRA CONVERSAR, PRA PASSEAR

E PLANEJAR O FUTURO.

VOCÊS COLOCARAM SONÍFERO?

DESVIARAM MINHA ATENÇÃO

ENQUANTO ALIMENTAVAM O FASCISMO

COM MENTIRAS HISTÉRICAS…

FIQUEI A VER AVIÕES

SUBINDO E DESCENDO.

EMBARQUEI EM ALGUNS DELES.

DESEMBARQUEI EM LUGARES LEGAIS.

CONHECI PESSOAS BANAIS…

AINDA DOEM AS FERIDAS.

CHORA O CORAÇÃO.

RESISTE A ESPERANÇA.

OS OLHOS PROCURAM UM CAMINHO.

ACREDITAM NA REDENÇÃO…

OS DIAS PASSAM.

AS COISAS ACONTECEM.

PERMANECEM ANSIEDADES E BATIDAS

ACELERADAS…

O BARULHO INCOMODA.

GENTE DEMAIS.

CARROS DEMAIS.

VELHOS SINAIS ENGASGAM.

O MUNDO VAI ACABAR.

NÃO SABEMOS QUANDO,

MAS SABEMOS OS MOTIVOS…

HÁ MONSTROS ESPERANDO NA ESQUINA.

QUANDO VAI FICAR TUDO BEM NINGUÉM SABE.

VONTADE DE SAIR GRITANDO NA RUA

PRA ESPANTAR OS MONSTROS DA ESQUINA.

FECHAREMOS AS TAMPAS DOS CAIXÕES.

ENTERRAREMOS QUEM NOS QUERIAM MORTOS…

SONHAREMOS.

SONHAREMOS COM MELHORES DIAS.

CONSTRUIREMOS NOVAS CASAS.

AS VELHAS NÃO SERVEM MAIS.

APRISIONAREMOS OS INSANOS.

ALIMENTAREMOS NOSSOS SONHOS.

DERRUBAREMOS MUROS.

DESCOBRIREMOS CAMINHOS MELHORES.

SP 18/OUT 2022

Copa do mundo? Futebol?

Copa do mundo? Futebol?

Sei lá. Não sou mais criança.

Eu aprendi

a verdade das explorações

contra os trabalhadores

para encher as burras

de meia dúzia.

Não abraço esta causa.

Somos a mão do trabalhador

contra o bufão da maldade.

“Se fosse só sentir saudade

mas tem sempre algo mais”

LUtamos

LAbutamos

Precisamos

Queremos Justiça Social.

Futebol?

Gosto. Gostava mais.

Agora prefiro jogar.

Sócrates Democracia Corinthiana.

Neymar sonegador

apoiador de genocida

700 mil mortes

40 milhões na miséria

14 milhões desempregados

1 trilhão, 200 bilhões para bancos.

Vacinas salvam

Ele, não.

Desmatadores!

Indecentes!

Negacionistas!

Genocidas!

Intelecto Negativo!

Abusivos!

Dezenove de Outubro de Dois Mil e Vinte e Dois.

CONSUMISMO SELVAGEM

CONSUMISMO SELVAGEM

CONSUMISMO – IDENTIDADE

SOMOS O QUE ENSINAM, O QUE NÃO ENSINAM, O QUE USAMOS,

O QUE CONSUMIMOS, O QUE GOSTAMOS DE OUVIR, DE FAZER,

DE CANTAR, DE ASSISTIR, DE IMITAR. SOMOS TAMBÉM O QUE NÃO GOSTAMOS,

O QUE APOIAMOS E O QUE NÃO APOIAMOS.

SOMOS A COMIDA QUE COMEMOS. SOMOS AS ROUPAS QUE USAMOS,

OS BRINQUEDOS, OS JOGOS QUE NOS DIVERTEM, AS LIÇÕES QUE APRENDEMOS

E AS QUE NÃO APRENDEMOS.

SOMOS O QUE CONSUMIMOS POR CAUSA DAS PROPAGANDAS,

DAS INDICAÇÕES DE ALGUÉM CONHECIDO.

SOMOS O QUE NOS DEIXA FELIZES E TRISTES.

SOMOS O QUE PRECISAMOS E O QUE NÃO PRECISAMOS.

VOCÊ PRECISA DE TUDO QUE TEM?

VOCÊ TEM TUDO QUE PRECISA?

POESIA PRA BOI DORMIR

POESIA PRA BOI DORMIR

DIA DOS ADOLESCENTES TEM?

NÃO SOU CRIANÇA! SOU ADOLESCENTE.

NÃO SOU ADULTO. E AGORA?

JÁ CRESCI,NÃO FAÇO XIXI NAS CALÇAS NEM COCÔ.

CRESCI UM POUCO, NÃO CHORO A TOA, APRENDI A FALAR.

JÁ VOU À ESCOLA. APRENDI A ESCREVER. APRENDI A LER.

APRENDI A LER, MAS NÃO SEI LER TUDO. PRECISO APRENDER MAIS.

APRENDI COISAS EM CASA. COM MEU PAI. COM MINHA MÃE.

COM MEUS AVÓS E TIOS. ÀS VEZES COM UM. ÀS VEZES COM OUTRO.

APRENDI NA RUA, COM MEUS AMIGOS E INIMIGOS.

COM MEUS COLEGAS.

NEM SEMPRE COISAS BOAS. NEM SEMPRE COISAS RUINS.

APRENDI A RESPEITAR E DESRESPEITAR.

APRENDI A TER MEDO E CORAGEM. NEM SEMPRE NAS HORAS CERTAS.

APRENDI A BRINCAR. APRENDI A NÃO BRINCAR

NAS HORAS ERRADAS.

APRENDI E DESAPRENDI AS COISAS BOAS DA VIDA,

AS COISAS RUINS TAMBÉM.

ENFRENTEI PERIGOS E MORRI.

ÀS VEZES, SOBREVIVI.

SOU ADOLESCENTE, PENSO QUE POSSO TUDO,

QUE SOU ONIPOTENTE.

SÓ PENSO, MAS NÃO SOU.

ALGUMAS POSSO. OUTRAS NÃO POSSO.

PENSO QUE JÁ SEI TUDO E NADA MAIS PRECISO APRENDER.

LEDO ENGANO. ATÉ SÓCRATES PRECISA APRENDER MAIS.

UNS APRENDEM SOLIDARIEDADE E TOLERÂNCIA.

OUTROS APRENDEM MALDADE E VIOLÊNCIA.

UNS APRENDEM A VOAR E VIVER A LIBERDADE.

OUTROS APRENDEM A ODIAR E VIVER A AGRESSIVIDADE.

SOU UM SER HIPERPODEROSO.

ACHO QUE TUDO POSSO E NÃO EXISTEM LIMITES.

NÃO VEJO MUROS. NÃO VEJO BARREIRAS.

MAS ELAS EXISTEM. E MUITAS VEZES SÃO CRUÉIS.

TENHO DIREITO DE ERRAR.

NÃO POSSO REPETIR OS ERROS.

TENHO DEVER DE APRENDER.

POSSO FAZER MELHOR.

NÃO SOU ADULTO, MAS VOU ADIANTE PARA SER.

CAMINHO, VIVO, EXPERIMENTO, CAIO, LEVANTO, APRENDO.

CURTO ESPORTES, MÚSICAS, DANÇAS, JOGOS

E TUDO MAIS QUE POSSO.

SOU ADOLESCENTE, SOU DE VÁRIAS TRIBOS.

SOU DE VÁRIAS CORES. SOU DE VÁRIOS SONS.

SOU DE VÁRIOS LARES. SOU DE VÁRIOS CAMINHOS.

SOU ADOLESCENTE QUE QUER AMADURECER…