Palhaços Sem Fronteiras Brasil ampliam território de atuação com “Em-baixa-dores PSFB”

No mês de setembro de 2022, a organização Palhaços Sem Fronteiras Brasil (@palhacossemfronteiras) inicia as ações do projeto  “Em-baixa-dores PSFB” com atividades simultâneas em cinco estados brasileiros: Mato Grosso do Sul, Paraíba, Pernambuco, Rio de Janeiro e Tocantins. 

Foto Ricardo Avellar

O projeto “Em-baixa-dores PSFB” tem como objetivo traçar um caminho formativo colaborativo, no qual coletivos e artistas de cada estado passam por uma imersão na metodologia dos Palhaços sem Fronteiras Brasil, para então multiplicá-la em forma de espetáculos e oficinas no território em que atuam. 

Com ações pensadas e idealizadas de acordo com as necessidades e potencialidades de cada território, o projeto  “Em-baixa-dores PSFB” surgiu com o intuito de realizar uma capilarização da organização, para que, futuramente, todos os estados brasileiros e países da América Latina sejam contemplados com ações que fomentem a cultural local, movimentando e fortalecendo o segmento artístico e circense.

“A ideia é que essa rede de artistas e de pessoas que pensam a arte circense em território nacional e latino-americano seja fortalecida, fazendo com que mais projetos aconteçam e um maior número de pessoas sejam contempladas com ações pulverizadas em outros Estados brasileiros. Nosso maior desejo é que esse projeto traga múltiplos olhares e maior diversidade no desenvolvimento da técnica da palhaçaria”, comenta Aline Moreno, Fundadora e Diretora Executiva da organização.

Em Dourados (MS), a ação “Japuká – Riso para todos”, que já havia sido realizada em 2019, será replicada nas Comunidades Guarani e Kaiwoá levando brincadeiras e o riso como alimentos para a alma, em uma região marcada pela vulnerabilidade social e por diversos conflitos territoriais que se intensificaram nos últimos meses, deixando várias pessoas feridas, incluindo mulheres e crianças. 

A ação em Dourados será realizada em parceria com o Casulo – Espaço de Cultura e Arte, sede da Associação Cultural Casulo, com colaboração e participação de artistas dos Palhaços Sem Fronteiras EUA.

Em João Pessoa (PB), a ação “Germinando Paz e Arte” será realizada na Escola Municipal João Monteiro da Franca, visando estimular o empoderamento e engajamento da comunidade escolar para criar espaços seguros de diálogos, abordando  temáticas que envolvem a arte e a cultura de paz na escola.

A ação será realizada em parceria com Projeto Universidade em Ação (PUA), da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), com o objetivo de gerar um movimento de cuidado e conservação das áreas do entorno da escola, envolvendo e inspirando a comunidade a se sentir participante e beneficiada. 

Em Recife (PE), a ação “Sementes do Riso irá realizar apresentações e oficinas nas comunidades de Peixinhos e Chão de Estrelas, espaços periféricos da Região Metropolitana do Recife fortemente atingidos pelas chuvas torrenciais de maio deste ano que, embora possuam baixo IDH e problemas sociais, são espaços que pulsam arte e cultura.

A ação que promove o riso com uma ferramenta de regeneração emocional e de transformação das pessoas, será realizada em parceria com o Casulo, um espaço de ensino, pesquisa e criação nas artes circenses e pela artista Luiza Fontes, que já coordenou outros projetos da organização. 

Em Palmas (TO), a ação “Riso Sem Fronteiras” contará com apresentações, oficinas e rodas de conversa que serão realizadas na Capadócia – A Palmas da Capadócia!, no CRAS Praça Céu e na Comunidade Quilombola Barra de Aroeira, em parceria com a Trupe Açu, de Taquaruçu, distrito de Palmas – Tocantins.

Na Baixada Fluminense (RJ), a ação “Rastro do Riso” será iniciada em outubro, em Duque de Caxias, Belford Roxo, Itaguaí e Japeri, atuando em áreas de conflito e vulnerabilidade social com apresentações e oficinas formativas em parceria com a Companhia Artística Sol Sem Dó, de Duque de Caxias e com coordenação geral de Melina Marchetti artista da organização.

Todas as ações do projeto “Em-baixa-dores PSFB” são financiadas pelo Sida(Agência Sueca de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento) através do ForumCiv.

Sobre a ONG Palhaços Sem Fronteiras Brasil

Os Palhaços Sem Fronteiras Brasil são uma organização social sem fins lucrativos. Fundada em 2016, tornou-se a primeira organização da América Latina a ser aceita como integrante da entidade mundialmente reconhecida Clowns Without Borders International (CWBI), que nasceu na Espanha em 1993 e hoje está em catorze países.

A Organização tem como missão proporcionar o riso como transformação individual, cultivar a alegria e democratizar o acesso às artes circenses por meio de espetáculos profissionais e atividades pedagógicas com foco na palhaçaria em regiões que se encontram em contexto de alta vulnerabilidade social e crise humanitária, denunciando violações dos direitos humanos.

Saiba mais em: www.facebook.com/palhacossemfronteirasbrasil e @palhacossemfronteiras

Para colaborar com a Organização acesse: http://palhacossemfronteiras.org.br/doacoes/

SERVIÇO: Projeto “Em-baixa-dores PSFB”

Com Palhaços Sem Fronteiras Brasil

Sinopse: Com ações na Baixada Fluminense (RJ), Dourados (MS), João Pessoa (PB), Palmas (TO) e Recife (PE), a organização busca ampliar sua área de atuação compartilhando seu método com artistas de cinco estados, colaborando para o fomento da cultura e arte circense em cada um desses territórios.
Grátis – Classificação Livre

Assessoria de Imprensa – Luciana Gandelini – luciana.gandelini@gmail.com – Cel: (11) 99568-8773

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.